Estilo de Vida | Low Carb Food, My Experience #3

By | 07:13 10 comments

Alimentação Low Car, a minha experiência #3
6 pequenos almoços para te inspirares


Daqui há poucos dias faz 1 ano que entrei nessa aventura alimentar e que nada me custou, mas que muito me ajudou.

Não, não é simplesmente por ter reduzido o meu volume, o inchaço do meu corpo ou por ter perdido algum peso, mas sim por saber o quanto conheço o meu corpo e o quanto soube desde o inicio o que me estava a fazer mal. Os carboidratos desnecessários para o meu organismo.

Se foi fácil a adaptação, sinceramente até que foi, porque consegui tirar do meu regime rotineiro a farinha branca (pão de farinha branca e bolos), os fritos (batatas fritas de pacote que comia todos os dias) e comer "desalmadamente" a qualquer hora.
Mas tenho a confessar que o mês de Dezembro de 2019 até meados de Abril (2020), voltei aos hábitos antigos, quase desisti de um regime que não é nada difícil de seguir e que na realidade para Nós Africanos ou Descendentes de África é super "de boa" - o facto de comermos muito mais vegetais, muito mais comidas que se assemelham ao veganismo, nos ajudaria imenso a cumprir a dieta Low Carb.
Só que não foi isso que aconteceu, num primeiro momento foram as festas natalícias e a passagem de ano, que sendo eu uma das cozinheiras cá de casa, fiz muitas coisas boas a base da farinha branca e que entre mandar fora o que fiz e comer, aqui não há escolha, come-se e acabou.
Num segundo momento, talvez por ansiedades e preguiça de fazer mais saladas, ir mais vezes ao hipermercado ou a praça e comprar mais vegetais, passei a consumir muito mais arroz branco, esparguete (massas no geral) e purés de batata... e o equilíbrio das verduras e legumes, frutas, das proteínas, dos lacticínios e até mesmo dos extras (chás, chocolates (guloseimas), panaches e etc), deixaram de existir.

Mas uma vez quero deixar bem claro que o objetivo da dieta Low Carb não é ficarmos como a "Carolina Patrocinio", até porque para isso, teria de ir ao ginásio e ser acompanhada de preferência por um PT (personal trainer) e um nutricionista.
Aqui a minha meta é Sentir-me e Estar Bem comigo mesma, é Sentir-me Mais Saudável, Mais Leve, Mais Feliz (sem a "pancha"), Menos Inchada e deixar de ter que estar sempre a encolher a barriga quando vou tirar uma fotografia xD

Por isso, cá estamos de volta, mas agora um pouco mais diferente. Com a pandemia do covid19, passei a fazer caminhadas de cerca de 10 kms e a fazer alguma atividade física para além de "correr atrás dos transportes públicos" (kkkk) quando vou trabalhar ou tratar de alguns assuntos no centro da cidade.
Voltei a cortar no excesso de carboidratos que consumia, mas agora não me privo de comer o que realmente desejo (como hambúrgueres e bolos), pois sei que numa dieta é importante esses regimes de redução alimentar ou até mesmo certos cortes, mas igualmente é importante ter um equilíbrio alimentar, fazer Exercícios Físicos, nem que seja a caminhada a que os médicos recomendam no mínimo de 30 minutos. Eu cá faço mais de 2 horas :D

Espero que gostem destas 6 opções de pequeno almoço:


Panquecas de aveia + Farinha integral


Bolacha integral (amanhecer) + ovo cozido

Pão integral c/manteiga planta + queijo e fiambre + chá de frutos vermelhos + iogurte grego de morango

2 ovos cozidos + 2 fatias de bacon


Bolo de banana e canela + pão integral c/ manteiga de amendoim + ovos mexidos + néctar frutos vermelhos

Chá de plantas (infusão) "sem barriga" + pão de forma integral c/ manteiga planta e queijo e fiambre




XoXo Helena Primeira.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

10 comentários:

  1. This looks good! I eat a lot of low card food!

    Jennifer
    Curated by Jennifer

    ResponderExcluir
  2. I honestly cannot thank you enough for this post! Literally just today, I decided to dramatically cut back on my intake of carbs (I've been eating way too many of them over the last few months) so this is super helpful. Thank you!
    the creation of beauty is art.

    ResponderExcluir
  3. Que maravilhoso!
    Ótimo poste!
    Beijos.
    https://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu tento sempre cortar ou não consumir tanto as farinhas brancas, mas também evitar as massas e o arroz também, substituindo por vegetais e salada.
    Mas o pão, o pão é a minha perdição. Desde Março que faço sempre o meu pão em casa, tentando substituir a dita farinha branca por outras, como aveia, linhaça, farinha de coco e outras, a minha ultima experiência foi pão de batata doce. Está super saboroso.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderExcluir
  5. Fiquei mega inspirada com seu post. Amei as dicas <3
    Beijão,

    Marcela Miranda

    ResponderExcluir
  6. Que bom aspeto! Eu também tento ter uma alimentação mais equilibrada mas existem sempre aqueles dias que apetece comer um doce, ou pizza :P
    Equilibrio é mesmo a chave.
    Beijinhos
    Simple World By Márcia

    ResponderExcluir
  7. Os hidratos é onde peco mais, mas sinto que se restrinjo muito o meu corpo também não reage bem!!

    Travel With Me

    Um beijinho ❤︎

    ResponderExcluir
  8. Aqui no Brasil é mais difícil seguir o estilo de vida Low Carb por que nosso dia já começa com um café da manhã cheio de carbo com pães e bolos e almoço é regado a arroz com feijão. Em 2018 eu já havia feito uma dieta low carb e na época pra mim foi mais difícil ter diferentes opções de café da manhã, mas agora em agosto de 2020 eu comecei novamente a dieta e nesse caso tenho sentido mais dificuldade no almoço, a parte boa é que tenho seguido a dieta com a ajuda de uma nutricionista. E concordo com você, o mais importante é o equílibrio e não a restrição alimentar.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi, Helena! É tão bom quando a gente muda alguns hábitos e sente a diferença, né? É o que você falou, nem é por um questão de estética, mas de saúde mesmo (tanto a mental quanto a física). Confesso que por aqui, eu tenho que melhorar muito nesse quesito. Minha irmã tá sendo uma inspiração e o seu post também. Vou tentar caminhar na esteira hoje, ao menos, 20 minutos!

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir